Librelato

Série “Mulheres na Estrada” Librelato com Simone Carvalho

12/11/2021 Notícias Librelato
Curtiu?  
  • Conheça hoje a história de Simone Carvalho dos Santos, que dirige um pesado de 6 eixos por todo Brasil 

 

Cada dia conhecemos mais histórias incríveis de mulheres que superaram os desafios e preconceitos de uma profissão majoritariamente exercida por homens. Mulheres fortes, competentes e determinadas, que não desistem da paixão pela boleia, por mais difícil que seja a estrada.

Assim também aconteceu para Simone Carvalho dos Santos, 37 anos, de Francisco Beltrão, no Paraná. Foi quando o marido, Douglas Fernando dos Santos, resolveu ser caminhoneiro, há 16 anos, que Simone conheceu o mundo dos caminhões.

“Quando ele falou que ia ser caminhoneiro eu não queria. Chorei muito. Mas era o sonho dele, então tive que embarcar no sonho dele. E assim que ele arrumou um serviço fomos embora pra Ponta Grossa. Quando eu entrei no caminhão me apaixonei, e logo ele já me ensinou a dirigir”, relembra Simone.

A caminhoneira também conta que na época era pouquíssimas mulheres na boleia. “Enquanto eu dirigia, várias pessoas vinham ver se era eu que estava dirigindo mesmo. Naquela época eram pouquíssimas mulheres, muitos criticavam, mas virou minha paixão. Até então não tinha visto mulheres dirigindo, foi quando fomos pra São Paulo descarregar o caminhão e pela primeira vez vi uma mulher dirigindo. Fiquei emocionada!”

Mesmo com a carteira D, e após um ano acompanhando o marido pelas estradas, Simone ainda queria mais. “Troquei minha carteira de motorista para a categoria E, mas a oportunidade de trabalhar não vinha. Passaram dois anos e nada”.

Até que surgiu uma oportunidade para Simone na empresa em que seu marido trabalhava. Depois de muitos caminhoneiros largarem o posto, ela teve uma oportunidade.

 

“O caminhoneiro da empresa abandonou o caminhão no pátio do frigorífico, pegou um ônibus e foi embora. E sobrou o caminhão lá. O que o meu marido dirigia estava carregado para Fortaleza, e eu peguei o caminhão e fui viajar. Minha primeira viagem sozinha, de Nova Mutum-MT a Fortaleza-CE, quase 4 mil km. Na hora que tudo aconteceu fiquei com medo, comentei com as meninas dos grupos a qual faço parte até hoje, liguei pra minha sogra, pra minha filha, e chorava muito. Uma mistura de medo e felicidade. E foi aí que tudo começou”, conta Simone. 

Simone dirige hoje um caminhão pesado, de 6 eixos, com câmara fria, transportando carga refrigerada, carne suína, frango, frutas e sal por todo País. “Saio do Paraná, subo para o Mato Grosso e de lá para o Nordeste. Retorno às vezes pra Goiânia, Uberlândia, volto para o Mato Grosso e volto pro Nordeste.  Já cheguei a ficar quatro meses na estrada sem passar em casa”.

Mesmo com a chegada dos filhos, Simone seguiu fazendo os ajustes para que pudesse conciliar a profissão e a maternidade. “Quando meu esposo virou caminhoneiro depois de 3 anos eu engravidei, viajei com ele até quase 8 meses de gestação. Aí ganhei a Sthefany, e com 30 dias já cai na estrada novamente, só parei quando ela precisava ir para a escola. Logo depois engravidei do Antônio Witor, e em todas as férias íamos juntos. Em 2020 engravidei da Maria Heloisa, viajei até 7 meses e meio, aí a médica proibiu. Trabalhei durante toda a pandemia.”

Ainda sobre os desafios para as mulheres nas estradas, Simone acredita que hoje as mulheres estão cada dia mais mostrando que são capazes. “Lugar de mulher é onde a gente quiser sim, e o mercado de trabalho se abriu para nós. Estamos mostrando que fizemos sim e muito bem feito e com responsabilidade. Graças a Deus hoje temos oportunidade. E quando temos a chance mostramos que cada dia que passa nos superamos nesse meio que ainda é predominado de homens.”

Sobre a Librelato, Simone comenta: “A Librelato preza pela qualidade de seus produtos, valoriza seus clientes e o meio ambiente, uma empresa que está em constante crescimento e desenvolvimento. Parabéns a todos os envolvidos, fiquei apaixonada por tudo que vi sobre essa grande empresa”, finaliza.

 

MULHERES NA ESTRADA

Este conteúdo faz parte da série Mulheres na Estrada e o objetivo da Librelato neste projeto é o de valorizar as profissionais da estrada por meio de suas histórias e desafios diários.

Não deixe de acompanhar os próximos episódios e, se você for mulher caminhoneira e quiser contar a sua história, entre em contato conosco, por meio do e-mail marketing@librelato.com ou do WhatsApp (48) 99133.3907.

Conheça nossos
implementos rodoviários

Fale com nossos representantes
Alerta de cookies

Nós utilizamos cookies – incluindo cookies de terceiros - para coletar informações sobre como os visitantes utilizam o nosso site. Eles nos ajudam a oferecer a melhor experiência possível aos nossos usuários, a melhorar constantemente o nosso site e a fornecer melhor navegação com os seus interesses. Se continuar a navegação, você concorda com a utilização destes cookies.

Ver nossa Política de Privacidade e Termos de uso.